POLíTICA / Quinta, 17 Março 2022 09:36

Erica Malunguinho será candidata à deputada federal por São Paulo

Eleita em 2018, a deputada estadual articula campanha para ocupar o congresso nacional em 2022; ela foi a primeira mulher trans a conquistar o cargo no Brasil 

Texto: Redação | Imagem: Redes sociais

Introdução:

Eleita em 2018, a deputada estadual articula campanha para ocupar o congresso nacional em 2022; ela foi a primeira mulher trans a conquistar o cargo no Brasil 

Autor:

Texto: Redação | Imagem: Redes sociais

Erica Malunguinho, deputada estadual (PSOL-SP) e fundadora da Aparelha Luzia, será candidata à deputada federal em 2022. A decisão foi tomada na sexta-feira passada (11), depois de diálogos com a mandata quilombo, parceiros e a legenda.

"Meu desejo é levar ao Congresso Nacional um projeto de humanidade para todo o país, em que caibam nossos anseios pretos e LGBTs e os além. Estamos vivenciando um momento histórico que demanda uma nova redemocratização do Brasil, real e profunda, sem que ninguém fique pra trás. Esse recomeço deve partir de um princípio iniciado há séculos, com a movimentação dos povos marginalizados, nossos ancestrais, que nunca se conformaram com essa posição", afirmou a deputada sobre a pré-candidatura nas redes sociais.

A idealizadora da Aparelha Luzia recebeu 55.223 votos em 2018, quando concorreu pela primeira vez a um cargo no legislativo e foi a primeira deputada trans eleita no Brasil. Erica se destacou pela defesa dos direitos de pessoas em situação de rua, do povo negro, e pessoas trans durante o mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP).

O PSOL tem o desejo de ampliar a bancada no congresso nacional, hoje com Luiza Erundina, Ivan Valente e Sâmia Bonfim. Há a expectativa de que Guilherme Boulos desista da candidatura ao governo do estado e também seja candidato a deputado federal. Com Boulos, o PSOL planeja ter uma figura com poder de atrair uma grande base de votos e aumentar a bancada do partido.

Erica Malunguinho organiza uma atividade para o dia 31 de março, na Aparelha Luzia, quando pretende oficializar a pré-candidatura. O evento contará com a presença das artistas Luedji Luna e Majur. 

A proposta de Malunguinho é ampliar o trabalho desenvolvido na Alesp, e fortalecer as lutas e tradições feitas pelas religiões de matriz africana, povos quilombolas, pessoas negras e LGBTQIA+.

Enquanto deputada estadual, Erica enviou emendas parlamentares de R$3.345.653,00 para grupos ligados à luta LGBTQIA+, R$ 1.302.000,00 para comunidades quilombolas e R$1.250.000,00 para religiões de matriz africana.

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

camisa69anos.jpg
resindencialcambridge.jpg
rapamazonia.jpg
casoborbagato.jpg