CULTURA / Segunda, 24 Janeiro 2022 13:43

Carnaval 2022: escolas do Grupo Especial do RJ e SP desfilam no mesmo dia

Desde o início do ano, os festejos de Carnaval são adiados ou cancelados pelo país; desfiles no Anhembi e na Sapucaí serão realizados em abril, no feriado de Tiradentes

Texto: Fernanda Rosário | Edição: Nadine Nascimento | Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

Imagem de um desfile de escola de samba durante o Carnaval.
Introdução:

Desde o início do ano, os festejos de Carnaval são adiados ou cancelados pelo país; desfiles no Anhembi e na Sapucaí serão realizados em abril, no feriado de Tiradentes

Autor:

Texto: Fernanda Rosário | Edição: Nadine Nascimento | Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

Depois do cancelamento de diversos festejos de carnaval pelo Brasil por conta do avanço da variante Ômicron do coronavírus, agora houve o adiamento dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo, que vão ocorrer no fim de semana do feriado de Tiradentes, em abril (21).

Previsto inicialmente para ocorrer entre 25 de fevereiro a 5 de março, o anúncio do adiamento foi feito conjuntamente pelos prefeitos Eduardo Paes (PSD), do Rio de Janeiro, e Ricardo Nunes (MDB), de São Paulo, após reunião virtual realizada na última sexta-feira (21). Além de Paes e Nunes, os secretários de saúde e os presidentes das Ligas de Escolas de Samba de ambas as cidades participaram da reunião.

“A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de Covid-19 no Brasil e a necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional”, informaram as prefeituras em nota conjunta.

Novas datas para os desfiles

No Rio e em São Paulo, as novas datas para as apresentações do Grupo Especial foram definidas para 22 e 23 de abril. É a primeira vez em 22 anos que os desfiles das agremiações de grupo especial deverão ocorrer no mesmo dia.

Com as novas definições, segundo informações da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (Liga-SP), o carnaval na capital paulista começa no dia 16 de abril (sábado), com os desfiles do grupo de Acesso II, a partir das 20h. No dia 21 de abril (quinta-feira), desfilam as escolas de samba do grupo de Acesso, às 20h. No dia 24 de abril (domingo), haverá o desfile das Escolas Mirins.

Na capital carioca, segundo informações da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (LIESA), o calendário carnavalesco começa no dia 20 e 21 de abril (quarta e quinta-feira) com os desfiles do Grupo de Acesso - Série Ouro. A temporada em ambas as cidades se encerra no dia 30 de abril, com o Desfile das Campeãs.

Em nota, a LIESA informou que a ordem dos desfiles e horários seguem mantidos e todos os ingressos adquiridos passam a valer automaticamente para as novas datas. Além disso, a organização disponibilizará ainda um canal direto para esclarecer dúvidas e orientar a população sobre a compra de ingressos.

“A decisão de transferir as datas dos desfiles das Escolas de Samba na Sapucaí era um dos cenários já previstos pela organização. Com a proximidade do evento, foi mais prudente adiar a festa, situação alinhada com as autoridades sanitárias estaduais e municipais. A Liga esclarece que, mesmo na ocasião, seguirá todas as recomendações dos órgãos competentes e protocolos vigentes, garantindo assim, que os desfiles do Sambódromo aconteçam de forma segura”, pontuou a LIESA.

Entre as escolas de samba, o ritmo de preparativos e ensaios tem se mantido. “Informamos que seguiremos com a nossa grade de ensaios, que acontecem semanalmente em nossa quadra, seguindo todos os protocolos determinados pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. O nosso cronograma de trabalho no barracão e ateliês segue inalterado, estamos no processo de finalização das nossas alegorias e fantasias”, informou em rede social a Rosas de Ouro, de SP.

Alta de contaminações pelo novo coronavírus

O início de 2022 tem sido marcado por um novo agravamento da pandemia da Covid-19, com o avanço da variante Ômicron e o elevado número de contaminações. Na última quarta-feira (19), o Brasil registrou 205.310 novas confirmações da doença, quebrando um recorde de números de casos, pelo segundo dia consecutivo, desde o início da pandemia. De acordo com especialistas, por conta da subnotificação existente, os números devem ser bem maiores do que os registrados de fato.

Com o crescimento intenso de casos confirmados para o coronavírus, além do surto de gripe em diversas localidades, várias cidades já haviam anunciado o cancelamento de seus festejos de carnaval de rua, como Manaus, Rio de Janeiro, Olinda, Recife, Salvador, São Paulo. Ainda não há uma resolução sobre a possibilidade dessas comemorações acontecerem também em abril.

Leia mais: Apesar do cancelamento do Carnaval, festas privadas são mantidas

 Apoie jornalismo preto e livre!

 O funcionamento da nossa redação e a produção de conteúdos dependem do apoio de pessoas que acreditam no nosso trabalho. Boa parte da nossa renda é da arrecadação mensal de   financiamento coletivo e de outras ações com apoiadores. 

 Todo o dinheiro que entra é importante e nos ajuda a manter o pagamento da equipe e dos colaboradores em dia, a financiar os deslocamentos para as coberturas, a adquirir novos   equipamentos e a sonhar com projetos maiores para um trabalho cada vez melhor. 

 O resultado final é um jornalismo preto, livre e de qualidade.

 Acesse aqui e apoie a Alma Preta Jornalismo

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece. Se inscreva e receba nossas notícias toda semana.

VÍDEOS

devassashow.jpg
manifestantesmarchamnacn.jpg
oqueeconsciencianegra.jpg
feminismonegro.jpg