Texto: Juninho Jr. / Edição de Imagem: Vinicius Martins

A idéia de uma sociedade livre, onde cada indivíduo a partir do seu próprio esforço deve construir a sua trajetória, é bastante sedutora. Afinal, somos todos humanos, somos todos capazes, portanto, podemos chegar onde quisermos e senão atingirmos os objetivos estabelecidos, a culpa é única e exclusivamente sua.

Texto: Pedro Borges / Edição de Imagem: Divulgação

Na bibliografia, há referências sobre Marcus Garvey e o rapper Tupac Shakur

O Ciclo de Formação Marcus Garvey convida Jordan Fields (Bixop), professor, rapper e videomaker, nascido nos Estados Unidos e residente no Brasil, para ministrar o curso “Diáspora Connection: Inglês e Pensamento Preto”. As atividades acontecem na Avenida Comendador Santana, 275, Capão Redondo, e as inscrições devem ser feitas por e-mail, com o preenchimento de uma ficha e o envio de foto colorida.

Serão disponibilizadas duas turmas com 10 integrantes nos seguintes horários: 1° grupo das 10:00h às 11:30h e o 2°, das 12:00h às 13:30h. Cada encontro custa R$ 30,00, o que totaliza R$ 120,00 por mês, valor que já inclui o material didático do curso. Será feita também avaliação previa de nível de conhecimento da língua inglesa, para melhor organização das turmas.

A proposta da atividade é propagar o conhecimento da língua inglesa para negras e negros, assim como entrar em contato com autores pouco ou nunca traduzidos para o português, como explica Aliado Treze, um dos organizadores do projeto. “Quando falamos em formação, estamos reforçando o preparo para a união do nosso povo, em uma sociedade que visa o tempo inteiro nos embranquecer. Se faz necessário conhecer outra ótica, que não seja a eurocêntrica. Por isso a importância de trazer intelectuais pretos para nossa comunidade, porque isso é dizer que temos história e não somos apenas seres humanos escravizados como somos pintados diariamente”.

Ele também ressalta a importância de se reverberar o acesso ao conhecimento para a comunidade negra. “Sabemos que o curso de inglês é muito caro, muito dos nossos não tem acesso a outro idioma. O curso serve pra mostra que quando trabalhos em união conseguimos avanços sem precisar do apoio dessa sociedade branca, que nos aniquila há séculos e que o “noiz por noiz” sempre existiu, assim como Marcus Garvey sempre propôs”.

Serão utilizados apenas textos de autores negros que tratam de temáticas relacionadas a comunidade negra em África e diáspora. A atividade conta com o apoio do coletivo As Herdeiras de Aqualtune.

Email de envio da inscrição: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos