Programação do 14° aniversário da instituição concentra uma série de atividades nos próximos dias 20 e 27 de outubro

Texto e imagem / Divulgação

Como parte da programação do seu 14° aniversário, comemorado neste mês de outubro, o Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerido pela Associação Museu Afro Brasil – organização social de cultura, promove no próximo dia 20, às 11h, o lançamento do catálogo da exposição “Isso É Coisa de Preto – 130 Anos da Abolição da Escravidão”.

Com mais de 200 páginas, o livro apresenta cerca de 230 imagens entre pinturas, esculturas, fotografias e documentos dos séculos XIX e XX que ressaltam a fundamental contribuição africana e afro-brasileira na construção do país nos campos da arquitetura, artes plásticas, escultura, ourivesaria, literatura, música, dança, teatro, idioma e costumes, apresentando significativa produção artística e intelectual.

Nomes como o dos artistas Arthur Timótheo e João Timótheo, Heitor dos Prazeres, Solano Trindade, Yedamaria, Mestre Valentim, Nelson Sargento, Eustáquio Neves, Walter Firmo, Rubem Valentim, Estevão Silva, José Teóphilo de Jesus, Benedito José Tobias, Mureen Basiliat, Rafael Pinto Bandeira, Washington Silveira, Otávio Araujo, Waldomiro de Deus, Antonio Firmino Monteiro, Pierre Verger, Carybé, João Alves, Maria Lídia Magliani, Caetano Dias, Belmiro de Almeida, Mestre Benon e João da Baiana, integram a publicação.

Com textos do diretor curador do Museu Afro Brasil, Emanoel Araujo, o catálogo também apresenta imagens de outras mostras que estiveram paralelamente em exibição nas galerias do Museu Afro Brasil durante a exposição que marcou os 130 anos da abolição da escravidão, são elas: “Um Deoscóredes - 100 anos do Alapini Deoscóredes Maximiliano dos Santos: Arte e Religiosidade”; “Os Africanos – O olhar europeu da fotografia contemporânea”; “África Contemporânea”, África tradicional, a volta dos espíritos”, “Arte afro-atlântica de Cuba” e “Arte Afro-Atlântico do Haiti”.

Frantz Fanon

No dia 20, no mesmo horário do lançamento do catálogo, o Museu Afro Brasil promove o encontro “Conversa com o Autor”, com o escritor e doutor em Sociologia pela Universidade Federal de São Carlos, Deivison Mendes Faustino, também conhecido como Deivison Nkosi.

No encontro, Deivison falará sobre o seu recém-lançado livro “Frantz Fanon – Um Revolucionário, Particularmente Negro” (Ciclo Contínuo Editorial, 2018), obra que apresenta a trajetória política e teórica de Frantz Fanon (1925-1961), psiquiatra, filósofo, cientista social e militante anti-colonial nascido na Martinica e considerado um dos intelectuais negros mais importantes do século XX.

Sambas escritos e cantados

No dia 27 de outubro, integra ainda a programação especial em comemoração aos 14 anos de fundação do Museu Afro Brasil duas atividades que evidenciam a íntima relação de mulheres e homens negros com o samba.

A primeira atividade tem início às 14h, com o lançamento da Coleção Sambas Escritos, organizada pela escritora Carmen Faustino e pelas jornalistas Maitê Freitas e Patrícia Vaz. Formada por quatro volumes, a coleção apresenta textos que variam entre poesias, ensaios, crônicas e artigos sobre as tradições do samba no Brasil. Após o lançamento, acontecerá uma roda de samba.

Em seguida, às 15h, o chamado samba de raiz volta a pedir passagem no Museu Afro Brasil com a apresentação do Samba de Terreiro de Mauá. Formado por músicos e pesquisadores da região do grande ABC paulista e conhecido por valorizar a cultura negra por meio do samba temático e autoral, o coletivo promete entoar um repertório com músicas de compositores do calibre de Heitor dos Prazeres, Noel Rosa, João de Barro, Herivelto Martins, Darci de Oliveira, Adoniran Barbosa, entre outros.

Serviço

Programação do 14° aniversário do Museu Afro Brasil

Dia 20 de Outubro de 2018
- 11h00 Lançamento do catálogo “Isso É Coisa de Preto – 130 Anos da Abolição da Escravidão”
- 11h00 “Conversa com o Autor”, Deivison Mendes Faustino, autor do livro “Frantz Fanon – Um Revolucionário, Particularmente Negro”

Dia 27 de Outubro de 2018
- 14h00 Lançamento “Coleção Sambas Escritos” seguido de roda de samba
- 15h00 Apresentação do Samba de Terreiro de Mauá.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos