fbpx

Kamilah Pimentel, mãe e empresária da rapper MC Soffia, denunciou caso após vazamento de áudio de dono da marca; empresa publicou nota, mas não pediu desculpas à rapper

Texto: Juca Guimarães I Edição: Flávia Ribeiro I Imagem: arquivo pessoal MC Soffia

A marca de moletom Adaz, de roupas descoladas e discurso engajado sobre antirracismo nas redes sociais, divulgou uma nota tentando se justificar por um áudio que circula na internet, em que um dos donos da empresa faz comentários pejorativos e discriminatórios sobre artistas que têm parceria de divulgação com a marca.

A rapper MC Soffia, que tem acumulado prêmios internacionais com a sua música e posicionamento político contra o racismo, foi citada no áudio em comentários preconceituosos sobre o prédio onde ela mora com a mãe e empresária Kamilah Pimentel, no centro de São Paulo. “É um lugarzinho meio trash no centrão”, diz o dono da marca.

No áudio ele comenta com alguém o motivo pelo qual decidiu não entregar algumas peças de moletom na casa de um outro artista, pois achou que era “ favelinha”, “BNH” ,”estranho”, “estou indo pelo meu felling e nem vou deixar”, ouve-se no áudio.

Na nota, divulgada pela empresa em suas redes sociais, o tom é de desvio de foco e uma tentativa de negar o preconceito.

“Vale ressaltar que esse áudio está inserido em uma conversa de Whatsapp com um dos nossos ex-funcionários, e foi repassado de forma descontextualizada com intuito malicioso de prejudicar nossa imagem. Em nenhuma momento foi citado questões racias/étnicas dos artista envolvidos”, diz um trecho da nota.

A empresária da rapper gravou um vídeo no último domingo comentando o caso, refletindo sobre a postura da empresa, que é a reação mais comum das marcas que são expostas no seu comportamento racista, divergindo completamente da imagem que querem passar e do público para o qual querem vender.

"Para além de uma marca se assumir racista e achar que vamos nos calar a aceitar a discriminação e, principalmente, achar que retratação copia e cola vai nos parar, que entendam que estamos no fronte de uma luta legítima. Chega de racismo. Chega de opressão. Não vou me calar!”, disse Kamilah.

A agência Alma Preta entrou em contato com a marca Adaz questionando se a empresa vai tomar alguma medida efetiva para a mudança de mentalidade e visão da marca em relação aos artistas negros independentes, mas não houve resposta até a publicação da matéria.

A ideia de usar a imagem da MC Soffia para divulgar a marca, numa espécie de permuta, partiu da própria Adaz. A MC Soffia ganhou destaque mundial quando fez o show de abertura dos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. Em 2018, ela foi indicada ao BET Hip Hop Awards, premiação internacional especializado em rap e hip hop, como artista revelação. Em 2020, a rapper , de 16 anos, recebeu uma homenagem da World Woman Foundation e participou do projeto She's my hero. 

 

 

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com