fbpx

Protestos foram criados de maneira espontânea e mensagens circulam em redes sociais conclamando a participação de pessoas nas duas cidades; Manifestações denunciam a morte de João Pedro Matos e George Floyd

Texto / Pedro Borges I Imagem / Reprodução

Manifestações por vidas negras e em protesto às mortes de João Pedro Matos, baleado no dia 18 de maio no Rio de Janeiro, e George Floyd, asfixiado no dia 25 de maio nos EUA, ocorrem na capital fluminense e paulista no dia 31 de maio, domingo. As duas pessoas foram vítimas de ações policiais.

As convocatórias partiram de publicações em redes sociais e pela circulação de mensagens em aplicativos de conversa. Nenhum movimento social tem reivindicado a autoria dos atos, tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro.

Em ambas cidades, também há uma exigência para que todos levem consigo máscaras de proteção e álcool em gel, como forma de evitar a disseminação da Covid-19.

No Rio de Janeiro, o ato está marcado para as 15h, em frente ao Palácio Laranjeiras. Os manifestantes pedem o fim da militarização do Estado e a política de genocídio. Em São Paulo, o protesto está marcado para as 12h, na Avenida Paulista, em frente ao vão livre do MASP.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com