Na noite de sexta-feira (19), um estudante de história da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), foi agredido na cabeça com uma barra de ferro enquanto panfletava na Zona Sul do Rio.

Texto / Da Redação
Imagem / Reprodução

O jovem negro, cuja identidade foi preservada, fazia campanha para o candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad. A agressão ocorreu na praça Lauro Mulller, em Botafogo, bairro nobre da capital fluminense.

Segundo relato do jovem ao UOL, durante a panfletagem, um homem se aproximou dele e o mandou ir embora aos gritos, "rala daqui".

Ele afirma que ao tentar sair do local, foi agredido com dois socos, e quando um de seus dois colegas que o acompanhavam empurrou o agressor, outros seis homens teriam aparecido. Um deles empunhava uma barra de ferro.

Ainda segundo os relatos, os agressores gritavam "vai morrer" e "rala da praça". No entanto, apenas o jovem negro foi agredido com barra de ferro.

Ao UOL, ele afirmou que acredita ter sido agredido dessa forma por ser negro, uma vez que seus colegas que o acompanhavam eram brancos e apenas ele foi golpeado na cabeça com a barra de ferro.

Com medo de sofrer represálias, o jovem preferiu não registrar queixa na polícia. A atitude teria sido recomendada pela própria Polícia Militar, que ao chegar no local desaconselhou a denúncia e afirmou que sendo a praça caminho da universidade dos estudantes, os agressores poderiam voltar a atacá-los.

Os estudantes da UniRio marcaram uma manifestação para segunda-feira (22) contra a violência sofrida pelo universitário e seus colegas.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos