Quadrinista Hugo Canuto ultrapassou a meta de arrecadação em campanha de financiamento coletivo e as obras têm sido expostas em países como Estados Unidos e Inglaterra

Texto / Pedro Borges
Imagem / Divulgação/livro

Xangô, Oxalá, Ògún, Oxóssi, Oxum, Iansã e Yemanjá se transformaram em personagens de História em Quadrinho. A obra “Contos dos Orixás”, do escritor Hugo Canuto, retrata os orixás e as tradições dos povos Yorubás.

As 120 páginas de cada HQ focam na história de um orixá, destacado na capa de cada livro. Em uma das narrativas, o autor detalha o processo de criação do mundo, feito por Oxalá, com a ajuda de Ògún e Oxóssi.

Até a chegada ao produto final, Hugo Canuto teve um processo de dois anos e meio de estudo, junto de religiosos e acadêmicos para construir um material fidedigno às tradições ancestrais africanas.

O escritor também aprendeu a língua Yorubá, para melhor compreender essa cultura e as influências no Brasil. Os Yorubás foram um dos principais grupos sequestrados para as Américas de maneira forçada durante o escravismo. A maior parte do grupo hoje se encontra na Nigéria e outras partes estão no Benin e no Togo.

Para viabilizar o projeto, Hugo organizou uma campanha de financiamento coletivo, em que arrecadou cerca de 700% do esperado, tamanho o sucesso das HQs. Em números absolutos, o número, primeiro estipulado em R$ 20 mil, ultrapassou os R$ 140 mil.

As revistas têm sido distribuídas para alguns educadores, que utilizam os exemplares em formações em Salvador. As obras também foram citadas em artigos, pesquisas e expostas em países como EUA e Inglaterra.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos