Bahia é o estado com maior índice de mortes violentas; Iniciativa propõe ações de combate a partir da perspectiva das comunidades

Texto / Nataly Simões | Edição / Pedro Borges | Imagem / Reprodução

Para discutir políticas de combate à violência, movimentos sociais lançaram neste mês o Fórum Popular de Segurança Pública da Bahia, instância estadual do Fórum Popular de Segurança Pública do Nordeste (FPSP-NE).

A iniciativa decorre do fato de o nordeste brasileiro, especialmente a Bahia, ter registrado um crescimento acelerado nos casos de violência.

De acordo com o Atlas da Violência 2019, a taxa de letalidade nas regiões Sudeste e Centro-Oeste diminuiu ao passo que no Norte e no Nordeste aumentou.

O Norte e o Nordeste respondem por 9 dos 10 estados com maior taxa de homicídio entre os jovens. Todos com índice superior a 1 homicídio para cada 1.000 habitantes.

O estado baiano, que possui mais de 80% da população autodeclarada negra, responde por 7.487 dos 65.602 homicídios cometidos no país em 2017. O número representa 11,4% do total e coloca a Bahia em primeiro lugar no índice de mortes violentas.

Edna Jatoba, coordenadora executiva do Gabinete de Articulação Jurídica das Organizações Populares (GAJOP), sustenta que a participação popular é fundamental para que políticas de segurança pública atendam às necessidades de quem sofre os efeitos da violência.

“O protagonismo das comunidades ao apontar respostas para a sua segurança sempre tem um alcance maior do que o tecnicismo e arrogância que dominam o campo”, defende.

Wagner Moreira, coordenador da Assessoria Popular (IDEAS) e articulador do FPSP-NE, afirma que a iniciativa cumpre justamente esse papel de fazer com que a segurança da população seja discutida de forma descentralizada.

“O fórum faz com que esse tema não seja debatido apenas por militares e especialistas e ajuda a blindar os ativistas diante da criminalização dos movimentos sociais e da elevação dos homicídios contra os militantes dos direitos humanos”, explica.

Nos dias 31 de julho, 1º e 2 de agosto, representantes de organizações sociais de diversos estados vão se reunir no 13º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em João Pessoa, na Paraíba.

O objetivo é ampliar o debate sobre medidas de enfrentamento à violência a partir da perspectiva popular. Para mais informações, acesse o site do evento.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos