Organizada em lembrança ao aniversário de nascimento da liderança política, atividade aborda a sua trajetória política; haverá lançamento de livro

Texto / Amauri Eugênio Jr.
Imagem / AP

Se estivesse vivo, Malcolm X completaria 93 anos no próximo sábado (19). Em memória da liderança política em favor da libertação do povo negro e ícone pan-africanista, a UCPA (Unidade dos Coletivos Pan-Africanistas) organiza na sexta-feira (18) o Dia de Malcolm X.

A segunda edição do evento, que acontecerá no Centro Cultural Olido, em São Paulo, tem como objetivo abordar a trajetória dele após a ruptura com com o movimento muçulmano negro, em 1964, com foco na criação da Organização da Unidade Afro-Americana, organização secular de caráter nacionalista preta e autônoma, cujo foco estava no combate à supremacia branca.

Além disso, a mesa de debatedores, composta por Abisogun Olatunji e Gilson Hotep, ambos da UCPA, e Hamilton Borges, do Reaja, abordará como o legado de Malcolm X é importante para o as gerações atuais terem controle de suas próprias narrativas e poderem construir projetos políticos independentes e com perspectiva de atuação em longo prazo.

“Algumas das funções da UCPA, além de enfrentar o genocídio do povo preto, são o resgate de nossa história e a defesa do legado deixado pelos pan-africanistas históricos, como Marcus Garvey, Malcolm X, Steve Biko e Stokely Carmichael. Por este motivo, desde 2017, a UCPA vem se organizando para lembrar e colocar na pauta do dia o Dia de Malcolm X, assim como sua verdadeira trajetória, prática e legado”, explica Abisogun, sobre o evento, que terá mediação de Tuana Patiara.

Acontecerá, ao mesmo tempo, o lançamento do livro "Salvador Cidade Túmulo”, de Hamilton Borges. A obra traz contos cujo tema central é a morte - “a morte cruel, da execução praticada pelo Estado”, ressalta o autor e debatedor. “O livro tem personagens de uma Salvador que não querem ver e que escondem. Até alguns pretos e pretas colorem essa Salvador pela festa e pela alegria, mas Salvador é dura e cruel com os pretos. É uma cidade-túmulo e, muitas vezes, andamos como almas penadas por ali.”


Serviço

O Dia de Malcolm X e o lançamento de “Salvador Cidade Túmulo” acontecerão na sexta-feira (18), a partir das 18h, no Centro Cultural Olido (avenida São João, 473, Centro, São Paulo).

 

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos