fbpx

Live, com transmissão no Facebook e no YouTube da Uneafro Brasil, comemora nesta terça-feira (11), às 20h, o aniversário do Núcleo XI de Agosto com participação de Sueli Carneiro e Sérgio Vaz

Texto: Redação | Edição: Nataly Simões | Imagem: Divulgação

O Núcleo XI de Agosto, da Uneafro Brasil, celebra 20 anos de existência em 2020. O espaço fica em Poá, na região metropolitana de São Paulo, e começou com uma parceria entre a União Municipal dos Estudantes, um mandato popular, e a Educafro.

Em 2009, passou a fazer parte dos 35 núcleos da Uneafro que, nesta terça-feira (11) vai transmitir ao vivo pelas redes sociais a comemoração da data. O evento terá a participação de pessoas que ajudaram a construir o espaço, desde a fundação até coordenadoras e coordenadores dos diversos núcleos do projeto, além de participações especiais de figuras que inspiram o trabalho, como a filósofa Sueli Carneiro e o poeta Sérgio Vaz.

O cursinho foi o primeiro núcleo de educação popular da cidade e um dos primeiros da região do Alto Tietê. Fundado em 2000, o XI de Agosto iniciava em Poá aulas gratuitas para jovens e adultos vindos de famílias negras e periféricas, que sempre tiveram o sonho de entrar nas universidades brasileiras. Além das disciplinas que estariam nos vestibulares, os conteúdos passados em sala de aula tinha viés antirracista, anti-machista e anti-LGBTQIA+fobia.

Há 20 anos, voluntárias e voluntários continuam mantendo o espaço, que hoje tem sede própria no bairro da Cidade Kemel, região da divisa entre as cidades de Poá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba e Zona Leste da capital paulista.

Desde o início da pandemia da Covid-19, em março deste ano, o núcleo faz parte da campanha de apoio às famílias negras e periféricas e dá assistência ao território de Poá, distribuindo cestas básicas, kits de higiene e limpeza para quem precisa. O cursinho também articula na cidade a ação do projeto Agentes Populares de Saúde, uma iniciativa da Uneafro Brasil junto ao Instituto de Referência Negra Peregum, para auxiliar pessoas em vulnerabilidade sobre os riscos do novo coronavírus.

A comemoração dos 20 anos de atuação permanente do Núcleo XI de Agosto será transmitida pela página da Uneafro Brasil no Facebook e também no YouTube, a partir das 20h deste dia 11 de agosto.

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com