Em meio a batidas fortes e rimas ácidas, rapper coloca o Hip Hop como ferramenta de resistência ao avanço do conservadorismo no país

Texto / Pedro Borges
Imagem / Reprodução

O músico Coruja BC1 lançou o clip da música “Apócrifo”, com críticas sociais ao momento vivido pelo país e referências diretas aos eleitores do atual presidente Jair Bolsonaro (PSL), que se caracterizaram por participar de manifestações com camisetas da seleção brasileira de futebol e bater panelas durante pronunciamentos públicos da esquerda.

Durante o clip, um boneco fantoche vestido com a camiseta da seleção brasileira de futebol faz continência para um sujeito, que pode ser interpretado como o atual presidente, e em outros momentos bate panelas, em alusão aos discursos televisionados de Dilma Rousseff, vítima de um golpe parlamentar que a destituiu do poder. 

Em um dos trechos da letra, o rapper canta: “Tempo onde pastor quer pregar a palavra de Hitler”, como uma alusão ao momento atual do país.

A música no formato “Linhas de Murro”, ou seja, com rimas diretas, pesadas e críticas, consolida o estilo do rapper, com uma base sonora formada por arranjos de guitarra e referência ao Jazz.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos