Em diferentes cidades do país acontecem atos em memória de líderes antirracismo e em defesa dos direitos da população negra

Texto / Nataly Simões | Edição / Pedro Borges | Imagem / Solon Neto/Alma Preta

Nesta quarta-feira, 20 de novembro, é comemorado o dia da Consciência Negra em referência ao líder Zumbi dos Palmares. Em diversas cidades brasileiras, a data é marcada por marchas em defesa dos direitos da população negra, contra o genocídio, em homenagem à cultura afro-brasileira e ao legado de líderes negros contra o racismo.

O Alma Preta mapeou seis capitais onde acontecem marchas nos dias 20 e 23. Confira:

1. São Paulo

A 16ª Marcha da Consciência Negra de São Paulo acontece na quarta-feira (20), com concentração a partir das 12h, no vão livre do MASP, na Avenida Paulista. Nesta edição, o tema do manifesto é “Vida, Liberdade e Futuro. Contra o genocídio e criminalização do povo negro!”.

No manifesto oficial, o movimento negro paulista destaca a luta contra o genocídio da juventude negra e periférica e o feminicídio que atinge as mulheres, em especial as negras, entre as principais reivindicações.

2. Rio de Janeiro

Em celebração à luta histórica do movimento negro pelo feriado da Consciência Negra, na quarta-feira (20), com concentração a partir das 10h, sob o viaduto Negrão de Lima, em Madureira, será realizada a 8ª Marcha da Periferia do Rio de Janeiro.

No manifesto oficial, o movimento fluminense se posiciona contra o aumento do genocídio negro e indígena e as políticas do governo de Jair Bolsonaro, consideradas pelos manifestantes como prejudiciais à vida dos negros e pobres, como a reforma da Previdência.

3. Belo Horizonte

Na capital mineira, a 3ª Marcha em Prol da Igualdade Racial acontece na quarta-feira (20), com concentração a partir das 9h, no CIAME Pindorama, na Rua dos Guararapes, 1.850, no bairro Pindorama. A ação faz parte do “Novembro Preto: BH sem racismo”.

Segundo o manifesto oficial, o objetivo é promover a reflexão sobre a importância do povo negro e da cultura de matriz africana na construção da identidade cultural de Belo Horizonte. A marcha também pretende apontar os problemas sociais que atingem a comunidade negra, que representa 53% da população da cidade.

4. Recife

Os pernambucanos vão sair em marcha contra o racismo, o genocídio e pelo direito de viver da população negra a partir das 14h da quarta-feira (20), no Parque 13 de maio, no centro de Recife.

O manifesto oficial destaca que mais de 50 entidades do movimento negro pernambucano vão se reunir para articular estratégias de incidência política no estado. A marcha também será marcada por um cortejo de afoxés para a Rua da Guia, no bairro de São José.

5. Salvador

A 40ª Marcha da Consciência Negra da capital baiana será realizada também na quarta-feira (20), com concentração a partir das 14h no Campo Grande para uma caminhada até a Praça Castro Alves.

De acordo com o manifesto oficial, nesta edição será homenageado Mumia Abu-Jamal, ex-militante do Partido Panteras Negras, que foi preso em condições políticas e condenado à pena de morte. Assim como nas edições passadas da marcha baiana, considerada a primeira deste tipo no país, a ideia é homenagear ainda todos os revolucionários negros que lutaram contra o regime escravocrata.

6. Florianópolis

Na capital catarinense, o movimento negro realiza a Marcha da Consciência Negra no sábado (23), com concentração a partir das 10h na Escadaria do Rosário.

O manifesto oficial coloca em lembrança e celebração a luta de Zumbi dos Palmares, Dandara, Marielle Franco e tantos outras pessoas negras que lutaram contra o racismo. Entre as reivindicações, está o direito da população negra à vida digna, saúde e educação.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos

Cron Job Iniciado