fbpx
 

A ideologia acredita na união dos povos de todos os países do continente africano na luta contra o preconceito racial e os problemas sociais

Texto / Lucas Veloso I Edição / Pedro Borges

No próximo domingo, 7, acontece o 2º seminário Mulheres e o Pan-africanismo, em Itaquera, zona leste de São Paulo. A atividade começa a partir das 13h. A mesa será composta por Deisi Souza, do Kilombo Favela Rua, Cledja Silva, Lucimara Barbosa e Yaya Thaina, da União dos Coletivos Pan-Africanistas (UCPA), além de outras lideranças envolvidas na pauta.

O pensamento pan-africanista surgiu de um sentimento de solidariedade e consciência da origem comum entre os negros do Caribe e dos Estados Unidos. Todos estavam envolvidos numa luta semelhante contra a violenta segregação racial. O jamaicano Marcus Garvey é indicado como o principal responsável pela perspectiva pan-africanista.

Essa solidariedade marcou a segunda metade do século 19 e propôs a união de todos os povos da África como forma de potencializar a voz do continente no contexto internacional.

Serviço:


Rua Colonial das Missões, 204 - Itaquera
Perto da estação de trem Dom Bosco, linha coral da CPTM

 O povo preto quer narrar suas histórias

Vivemos em um mundo de disputa. Nossa sociedade tem profundas marcas das desigualdades que foram desenhadas ao longo da história. Na atualidade parece que há espaço para debate, a tão falada representatividade está sobre a mesa.
Mas o povo preto quer mais. Queremos narrar nossas próprias histórias. Queremos ter direito de fala não somente quando essa é concedida. Somos múltiplos, somos muitos e plurais. A ótica de ser preto no Brasil se revela como um espectro, tamanha a diversidade dos povos ancestrais que nos originaram, e a variedade de experiências que podemos ter e ser. Pertencer. O que nos conecta é pele.

Apoie o Alma Preta e nos ajude a continuar contando todas essas histórias.

Vamos fazer jornalismo na raça!

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com