Entre 03 e 30 de setembro, jovens de 15 a 29 de territórios periféricos da capital paulista podem inscrever fotografias que abordem o empreendedorismo social; 05 concorrentes serão premiados com um celular no valor de R$ 1.000

Você conhece grupos, coletivos ou organizações que ajudam a resolver problemas sociais na quebrada onde mora? Pois esse é o foco do primeiro Concurso Cultural Pense Grande Sua Quebrada, que traz como tema “Fotografe quem transforme sua quebrada”. A partir desta terça-feira (03 de setembro), jovens de 15 a 29 anos que moram em regiões periféricas da cidade de São Paulo podem se inscrever no concurso que vai premiar 05 fotografias sobre o empreendedorismo social em periferias paulistanas. Os selecionados vão ganhar um celular no valor de R$ 1.000 cada um.

O concurso cultural é promovido pelos coletivos de comunicação Alma Preta, Agência Mural de Jornalismo das Periferias, Desenrola e Não Me Enrola, Historiorama e Periferia em Movimento, com o apoio da Fundação Telefônica. O objetivo é retratar quem forma ou fomenta uma cultura empreendedora capaz de gerar impacto social ou ambiental por meio de perspectivas diferentes e criativas. Além da premiação aos concorrentes, as fotografias selecionadas vão inspirar a produção de 05 reportagens multimídia pelos coletivos realizadores do concurso.

Cada participante tem a possibilidade de enviar até 02 fotografias, mas somente 01 poderá ser premiada. As fotos devem ser feitas com aparelho celular e não podem sofrer alterações, como uso de filtros de imagem. Jovens com menos de 18 anos completos precisam ter autorização de um responsável (o modelo está anexado ao regulamento).

Outro ponto importante do concurso é o protagonismo de jovens periféricos. Por isso, os interessados em participar devem residir nos distritos com mais de 20% dos domicílios com renda per capita de até meio salário mínimo: Anhanguera, Brasilândia, Cachoeirinha, Campo Limpo, Cangaíba, Capão Redondo, Cidade Ademar, Cidade Dutra, Cidade Tiradentes, Ermelino Matarazzo, Grajaú, Guaianases, Iguatemi, Itaim Paulista, Itaquera, Jaçanã, Jaraguá, Jardim Ângela, Jardim Helena, Jardim São Luís, José Bonifácio, Lajeado, Marsilac, Parelheiros, Parque do Carmo, Pedreira, Perus, São Mateus, São Miguel, São Rafael, Sapopemba, Tremembé, Vila Curuçá ou Vila Jacuí.

A delimitação leva em conta os parâmetros utilizados na aplicação do Programa de Fomento à Cultura da Periferia, da Prefeitura de São Paulo. Também consideram-se para esses fins bolsões com mais de 10% dos domicílios com renda mensal per capita de até meio salário mínimo localizados em trechos dos distritos de Brás, Bom Retiro, Pari e Sé.

As inscrições ficam abertas até as 23:59 do dia 30 de setembro. O resultado final será anunciado no dia 21 de outubro de 2019. Inscreva-se aqui e confira o regulamento.

bannerhorizontal

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Contato

E-mail
jornalismoalmapreta(@)gmail.com

Mais Lidos