Intervenção literária ocorre no evento “Raça Negra e Educação - 30 anos depois: e agora do que mais precisamos falar”

Texto e imagem / Divulgação

O Sarau das Pretas se apresenta nesta terça-feira (22) às 13h45 no Seminário “Raça Negra e Educação – 30 anos depois: e agora do que mais precisamos falar” na Unifesp, em São Paulo (SP), levando a arte periférica para dentro da academia. A entrada é gratuita, porém as vagas são limitadas.

O seminário é dedicado ao resgate das temáticas publicadas na revista Cadernos de Pesquisa n° 63 – “Raça Negra e Educação” – que completa 30 anos. A proposta, segundo a organização, é realizar o encontro da geração propositora dos textos de 1987 de atores e atoras que na atualidade discutem as temáticas das ainda persistentes desigualdades educacionais para negras e negros no país.

Por isso, nesta intervenção o Sarau das Pretas trará textos autorias que reforçam e sensibilizam o público para as pautas que serão discutidas no encontro. “Nós entendemos o papel central da educação para mudar os indicadores socioeconômicos da população negra em geral, no entanto ainda lutamos para que no ambiente educacional as ações afirmativas se consolidem. Ainda lutamos pela efetivação da Lei 10.639/10 que torna obrigatório o ensino de história e cultura Africana e Afro-brasileira. Já falávamos sobre isso há 30 anos e o tema ainda é atual e os desafios, imensos. Daí a importância desse seminário”, destacou a integrante Elizandra Souza.

O evento é resultado de um esforço conjunto entre o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros da Universidade Federal de São Paulo (NEAB-Unifesp), Fundação Carlos Chagas (FCC) e Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN) promovido pelo Núcleo de Estudos Afrobrasileiros da Universidade Federal de São Paulo (NEAB-Unifesp), Fundação Carlos Chagas (FCC) e Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN).

Segundo o Sarau das Pretas, a atividade é a oportunidade de criar pontes entre a academia e o que é produzido fora dela. “Para o Sarau das Pretas é importante participar de um evento acadêmico que se propõe a discutir um assunto tão relevante. É um momento de troca, pois podemos ouvir os pesquisadores que estão pensando sobre essas questões e também propor um outro viés de reflexão, através da nossa arte”, acrescentou Thata Alves.

Serviço

O quê: Sarau das Pretas no seminário: "Raça Negra e Educação - 30 anos depois: E agora do que mais precisamos falar"
Quando: terça-feira (22) às 13h45
Onde: UNIFESP - Auditório Marcos Lindenberg
Endereço: Rua Botucatu, 740, Vila Clementino, São Paulo.
Vagas limitadas. Isento de taxa de inscrição.
Para inscrever-se, clique aqui e preencha a ficha de cadastro

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Onde Estamos

Endereços e Contatos
18-80. Jd Nasralla - Cep: 17012-140
Bauru - São Paulo
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos