Atividade apresenta os princípios de Luiz Gama, tido como o maior abolicionista da história do país. O diálogo conta com a presença de Lígia Ferreira, uma das principais referências no Brasil sobre a vida do advogado.

Texto / Pedro Borges
Edição de Imagem / Vinicius de Almeida

A União dos Coletivos Pan Africanistas (UCPA) organiza no dia 17 de março, das 18h às 21h40, o evento “Cartas de Luiz Gama”. Os integrantes da entidade compõem com a Dra. Ligia Ferreira, especialista na história do abolicionista e idealizadora do evento “Com a Palavra Luiz Gama”.

O abolicionista, filho de Luiza Mahin, líder da Revolta dos Malês, foi feito escravo aos 10 anos de idade e permaneceu analfabeto até os 17 anos. O maior abolicionista da história do país aprendeu a ler e escrever de maneira autodidata. Foi então que Luiz Gama começou a atuar na advocacia em prol dos escravizados.

banner textos assinaturas

O evento conta também com a intervenção artística de Daniel Marques e com o pocket show do Musical Pelamô, comandando pelo poeta Akins Kintê. A entrada é gratuita.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Onde Estamos

Endereços e Contatos
18-80. Jd Nasralla - Cep: 17012-140
Bauru - São Paulo
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos