Evento conta com a participação de artistas, poetas, e lideranças do movimento negro. Atividade propõe reflexão sobre o 13 de Maio, data oficial da abolição da escravatura.

Texto / Pedro Borges
Imagem / Divulgação

No dia 9 de Maio, terça-feira, a partir das 18h, a Câmara Municipal de São Paulo recebe o evento “Quem tem cor age”. Organizado pelo mandato do vereador Toninho Vespoli (PSOL), Movimento Olga Benário (Unidade Popular – UP) e por outros coletivos, o encontro se propõe a discutir as violências cotidianas sofridas pela comunidade negra.

Próximo ao 13 de Maio, Dia Nacional da Denúncia contra o Racismo, a data recorda a assinatura da Lei Áurea e a abolição da escravatura, em 1888, há 129 anos atrás, conquista obtida por conta da pressão de negras e negros na época.

O fim do regime escravista não solucionou os problemas da comunidade negra, que ainda carrega os piores índices sociais no país. Netto Duarte, integrante do mandato do vereador Toninho Vespoli (PSOL), pede a participação do público para inverter esse quadro e fortalecer a luta por direitos de negras e negros. “Essa atividade tem o caráter de reforçar o compromisso com nossas bandeiras e lutas e ratificar que não abriremos mão de nenhum direito, de nenhum retrocesso e, ao contrário, continuaremos lutando nas ruas e nas instituições públicas pelos direitos do nosso povo”.

banner textos assinaturas

Declarações do vereador Fernando Holiday (DEM) contrárias às pautas históricas do movimento negro como a política de cotas e o dia da consciência negra também motivaram a articulação do encontro, de acordo com Netto. “Em novembro do ano passado, o jovem publicou em uma rede social que é "um absurdo" existir uma data como o Dia da Consciência Negra, que "homenageie um homem assassino e escravagista." O dia 20 de novembro foi escolhido como homenagem à morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares”.

Entre os confirmados para o debate estão Nathalia Oliveira, coordenadora da Iniciativa Negra por uma Nova Política sobre Drogas, Rosane Borges, pós-doutoranda pela ECA-USP, Dennis de Oliveira, professor da ECA-USP, Juninho Jr., presidente estadual do PSOL e coordenador do Círculo Palmarino, entre outras e outros.

Muitos também são os nomes para intervenções artísticas e culturais, como DJ Erick Jay, MC Gaspar, Z’Áfica Brasil, Alessandro Buzzo, coordenador do Sarau Suburbano, e Roberta Estrela D’alva.

Sobre o Alma Preta

O Alma Preta é uma agência de jornalismo especializado na temática racial do Brasil. Em nosso conteúdo você encontra reportagens, coberturas, colunas, análises, produções audiovisuais, ilustrações e divulgação de eventos da comunidade afro-brasileira. Nosso objetivo é construir um novo formato de gestão de processos, pessoas e recursos através do jornalismo qualificado e independente.

Onde Estamos

Endereços e Contatos
18-80. Jd Nasralla - Cep: 17012-140
Bauru - São Paulo
contato(@)almapreta.com

Mais Lidos

Cron Job Iniciado